string(25) "noticias-artigos/leitura/"

Gestão de pessoas como forma de prevenção de riscos trabalhistas

05/09/2011 21:00

A Gestão Estratégica de Pessoas na empresa vem sendo cada vez mais discutida. Atualmente as empresas de um mesmo ramo, de modo geral possuem produtos, serviços e preços muito parecidos e o que realmente diferencia uma organização da outra, são as pessoas.  Investir em Gestão de Pessoas é uma necessidade para empresas que desejam conquistar ou manter um lugar de destaque no mercado atual que está cada vez mais competitivo. O caminho para o sucesso permanente é  investir no desenvolvimento profissional dos colaboradores através de uma Política de Desenvolvimento e Retenção de Talentos Humanos.
Para tanto, é necessário definir as funções através de Análise e Descrição de Cargos e elaborar um Manual de Atribuição e Procedimentos; ter uma ferramenta de Avaliação de Desempenho; instituir Planos de Incentivo focado no desenvolvimento do colaborador; utilizar o procedimento de Recrutamento e Seleção como ferramenta de admissão, tudo alinhado com Missão, Visão e Valores da Empresa são exemplos de uma Gestão Estratégica de Pessoas.
A modalidade  mais estudada e aplicada nas empresas atualmente é a Gestão por Competência. Trata-se de uma modalidade de Gestão de Pessoas que possui técnicas mais criteriosas e proporciona um desenvolvimento com mais foco e clareza.
A Gestão por Competência consiste em identificar nos colaboradores os Conhecimentos (C- o saber), Habilidades (H- a experiência) e Atitudes (A- comportamentos) necessários para a empresa e para o bom desempenho em uma determinada função, assim como identifica as competências organizacionais.
Estudos e relatos mostram que para ter algumas responsabilidades, uma pessoa necessita ter,  o Conhecimento e a Habilidade (dependendo da exigência do cargo e da empresa), porém são as Atitudes que mostram se essa pessoa será eficaz no desempenho da função.
Um colaborador que tem o Conhecimento e Habilidade (C.H.), mas não tem a Atitude (A.) adequada pode prejudicar muito o desenvolvimento da Empresa e da equipe de trabalho. 
Um profissional de RH, ou Gestor de Pessoas capacitado, possui ferramentas próprias para identificar esses Conhecimentos, Habilidades e Atitudes e auxiliar no desenvolvimento do colaborador, ou em uma seleção, captar aquela pessoa mais adequada ao perfil do cargo, ou seja, colocar na função um indivíduo, cujas atitudes otimizem o desempenho da função e agregue valores à empresa.
É possível prever que se temos uma Política de Gestão de Pessoas adequada, haveremos de ter colaboradores mais empenhados, motivados e esclarecidos, o que, por conseqüência, contribui para a redução do turnover. Sem grande rotatividade de funcionários, com o panorama de que o colaborador não vai deixar a empresa por insatisfação, mas, teoricamente, somente quando encontrar melhores oportunidades, o risco de demandas trabalhistas é minimizado.
Agir de forma preventiva é sempre melhor para a empresa, para a assessoria jurídica e para o gestor de pessoas. É menos oneroso para o empresário, menos desgastante para colaboradores e o trabalho desenvolvido pelo gestor de pessoas apresenta melhores resultados. Conseqüentemente o Clima Organizacional fica mais saudável revertendo em resultados positivos para todos os envolvidos nesse processo.

Sabrina Rotoli Resina Fernandes. Psicóloga. Especialista em Psicologia Organizacional. Cursando MBA em Gestão de Pessoas.Consultora em Gestão de Pessoas, em empresas de diversos ramos. Consultora do Escritório de Advocacia Resina & Marcon Advogados Associados. Psicóloga da Associação Pestalozzi – CG. Psicóloga da CONTAPS (Comunidade Terapêutica para tratamento de dependentes químicos e alcolistas). sabrina.rotoli@hotmail.com

 

Jane Resina

Sabrina Rotoli Resina Fernandes

Equipe de apoio
C.V Blog Twitter
voltar
© 2015 Resina&Marcon - Todos os direitos reservados. Design by Carol Borges