string(25) "noticias-artigos/leitura/"

SER BRASILEIRO

29/11/2005 18:00

Ser brasileiro

*Crônica de Jane Resina F. Oliveira

Como é bom viajar e como é bom observar o que as pessoas fazem.... oportunidade de pensar nas nossas próprias atitudes.

E foi o que aconteceu na última viagem para o Canadá....

De repente, em uma fila de uma loja de locação de veículo, escutamos uma voz forte, em tom alto, discutindo, e por incrível que pareça, entendíamos absolutamente tudo que aquele indivíduo dizia.

Entendíamos porque já estavámos cansadas de entender as palavras pela metade... inglês...ingles... inglês.... e aquele cidadão ....era brasileiro.

Estavam num primeiro momento verificando como pagar a locação, e com qual cartão de crédito, pois seria necessário deixar um cartão para segurança.

E na fila, em companhia de uma moça jovem que se comunicava em inglês com o atendente, dizia: Pergunta para ele se posso deixar um cartão e pagar depois com o outro...

E a moça perguntava, o atendente respondia e ela traduzia.

Pergunta quantos dias ele pode ficar com o cartão sem emitir.

A moça perguntava, o atendente respondia e ela traduzia.

Só que o brasileiro tão apressado não deixava a moça terminar e já imaginava o que ela dizia e já vinha com uma outra pergunta.

Que paciência....

Ela dizia ...você pode deixar o mastercar e depois pagar com o visa... Ele dizia .... mais eu quero pagar com o martercar e depois pagar com o visa...

Neste meio tempo, enquanto ele estava falando com a moça o atendente em inglês falou para a moça que ele poderia deixar qualquer um e pagar também com qualquer um...

O rapaz não satisfeito falou para o atendente...” excuse-me”.. “excuse-me”.... e falava para a moça perguntar aquilo que ela já sabia a resposta.

Nós que estávamos na fila.... já estávamos rindo da situação...

Foi quando o rapaz enfim entendeu a história do cartão, que poderia ser o depósito tanto um como outro, assim como o pagamento, e falou...

- Pergunta para ele se tem Internet?

A moça respondeu... eu já perguntei e ele não tem...

Diz o moço .... Tem sim, ele é que não quer emprestar ....

A moça riu e quando abriram a porta da loja, veio aquele frio canadense... e disparou o rapaz...

- “P” “M”.... já vamos passar frio de novo....

E nós que seriámos as próximas a ser atendidas pelo atendente já pensamos....

- Ih.... mais brasileiros...

E quando perguntamos se havia carro para locar para o outro dia e o atendente disse que não, já falamos uma para outra

- Tem sim... ele é que não quer emprestar ........

Jane Resina

Jane Resina F. de Oliveira

Sócias Fundadoras
C.V Blog Linkedin Twitter
voltar
© 2015 Resina&Marcon - Todos os direitos reservados. Design by Carol Borges